Xing Yi Quan

O Yi Quan, o Xing Yi Quan, o Tai Ji Quan e Ba Gua Zhang compõem os principais estilos internos de artes marciais chinesas. O Xing Yi Quan tem aproximadamente mil anos de história e foi fundado pelo general Yue Fei.

yi-quan

Xing Yi Quan significa “usar a forma para se alcançar a mente e usar a mente para dominar a forma”. É um estilo de Gong Fu muito peculiar. Antigamente, no templo Shaolin, era tratado como um segredo muito valioso. Somente o abade podia praticá-lo, transmitindo os seus conhecimentos apenas para o seu sucessor. Só aproximadamente há dois séculos passou a ser conhecido fora do templo Shaolin.

Os maiores expoentes do estilo foram Li Luo Neng e Guo Yun Shen, deixando suas marcas na história da arte marcial da China.  Guo Yun Shen era famoso pelo seu golpe chamado Ban Bu Beng Quan.

A prática do Xing Yi Quan envolve cinco golpes (5 punhos): Pi, Beng, Zhuan, Pao, Heng, conhecidos como Wu Xing Quan, cujo nível mais elevado nomeia-se Wu Xing Lian Huan Zu He Quan. A potência deste golpe é muito grande, seu desenvolvimento ilimitado, especialmente o movimento chamado Gui Che Duan. Há uma frase conhecida na China que diz: “Quem atingir este nível de desenvolvimento poderá conquistar meio mundo”.
Há doze formas de animais neste estilo: cavalo, leão, galo, cobra, águia, gibão, garça, dragão, urso, tigre, macaco, gavião cuja essência está na força e não na imitação de seus movimentos. A força do cavalo está no galope, do leão no urro, do galo no andar, da cobra na maleabilidade, da águia no olhar, do gibão na esperteza, da garça no pousar, do dragão na flexibilidade, do urso na firmeza da postura em pé, do tigre no sentar, do macaco na agilidade da garra e do gavião na violência com que utiliza a garra.

Como o Xing Yi foi criado

Yue Fei nasceu na província de Henan, a mesma onde está localizado o templo Shaolin. Chovia muito naquele dia e, por causa do grande volume de águas, aconteceu um verdadeiro desastre na região: uma enchente inundou sua casa e muitas outras da vizinhança. Para salvá-lo, seus pais o colocaram num barril de madeira e, com ele, foram boiando pela correnteza. Naquele exato momento, Zhou Tong passava e felizmente os avistou. Correu para salvá-los, porém o pai de Yue Fei já havia falecido por afogamento. Tendo conseguido salvar em tempo o garoto e sua mãe, assumiu Yue Fei como filho e discípulo.

1567310_orig

Zhou Tong é conhecido como o maior grão-mestre de todos os tempos na história das artes marciais da China e teve muitos alunos que espalharam-se por todo o país para ensinar a arte marcial e toda a cultura que envolve seus conhecimentos, como a caligrafia, a pintura, a poesia, o xadrez…
Entre tantos alunos, cinco deles se destacaram, não apenas por terem sido os melhores lutadores de sua época, mas por terem exercido grande influência na cultura e na história política da China. Seus nomes são:

1- Lu Zhun Yi
2- Shi Wen Gong
3- Lin Chong
4- Wu Song
5- Yue Fei

A época em que Yue Fei tornou-se discípulo de Zhou Tong foi posterior a dos outros quatro alunos. O grão-mestre ensinou para Yue Fei o Xi Sui Fa (o Gong Fu Bodhidarma, conhecido na China como Tamo) o Wu Qin Xi (o Gong Fu Hua To, o pai da medicina chinesa), além de poesia, pintura e música (Xi Sui Yi Jin Tchin e Wu Qin Xi).

5 colpi

O Gong Fu de Yue Fei cresceu e desenvolveu-se muito rápido por ele ser muito inteligente e ter dedicado todo seu tempo ao treinamento. Quando o garoto atingiu os 16 anos, seu pai e mestre Zhou Tong sentia-se muito feliz com os resultados que o filho e discípulo vinha alcançando e, por isso, numa brincadeira, resolveu apostar uma corrida de cavalo com Yue Fei. Ao final da brincadeira, o mestre voltou para casa muito cansado e suado e, devido a uma forte ventania, acabou adoecendo. Por ser muito velho, Zhou Tong não suportou a doença e faleceu.

Após a morte de seu pai e mestre, Yue Fei continuou seus treinos e atingiu o verdadeiro entendimento das técnicas de Tamo, Hua To e Lança. Descobriu que, quando usava a lança, também treinava os punhos e, quando treinava os punhos, conseqüentemente treinava a habilidade na lança.

Yue Fei foi o primeiro a dizer que as armas eram a extensão dos braços. Essa é uma teoria que contribuiu muito para o desenvolvimento mundial das artes marciais. Aos 20 anos, Yue Fei tornou-se general do imperador. Em sua primeira batalha ele usou 500 soldados para vencer 80 mil soldados inimigos.

Além de suas habilidades como guerreiro e estrategista, Yue Fei é também o autor da famosa poesia “Man Jiang Hong” que é estudada ainda hoje pelos chineses, da infância até a universidade.

Yue Fei faleceu aos 39 anos nas mãos de um traidor, na cidade de Zhe Jiang. Agora o túmulo dele está em Zhe Jiang, no parque Xi Hu, e todos os dias muitas pessoas visitam-no para depositar incensos e oferendas.

Anúncios