Tai Chi Chuan

TaiChi_Final

História

Quando ao alvorecer vemos os Chineses praticando o Tai Chi Chuan, a primeira impressão que temos é de que se trata de uma dança, tais são a graça e a lentidão, num encadeamento ininterrupto, com que se executam os movimentos. Sem embargo disso, não só de um ponto de vista histórico, mas também pela análise do termo, é nas artes marciais que convém situar o Tai Chi Chuan, pelo menos em sua origem. A expressão Tai Chi Chuan significa, de fato, literalmente, Box da suprema cumeeira.

As técnicas de combate a mão descoberta classificaram-se em duas escolas: A exotérica (Waitia) e a exotérica (Neijian). É nesta última que se costuma incluir o Tai Chi Chuan, com dois outros estilos inclusive ensinado na associação Pequeno Dragão de Kung Fu o(Xing Yi Quan) Box do corpo e do pensamento e (Bagua Zhang) Box dos oitos trigramas. As duas escolas estão ligadas a dois famosos centros religiosos da China: O Templo Shaolin, grande centro do Budismo Chan (Zen), e o Monte (Wudang), centro Toista muito florescente a partir da dinastia Song.

Os mestres falam, por tanto, indiferentemente, em escola exotérica (escola Shaolin) e escola exotérica (escola Wudang)

Origem do Tai Chi Chuan

O monte Wudang situa-se na província de Hubei (Noroeste). Adquiriu celebridade sobretudo a partir da dinastia Song, quando se desenvolveu um culto à Divindade Taoista Zhenwu, ou Xuandi, Divindade da guerra ligada ao norte. Desde a dinastia Han, essa divindade, o imperador negro (Xuandi) ou o guerreiro verdadeiro (Zhenwu), tem sido associado ao sete estrelo e à estrela polar, localização cosmografica do Tai Chi Chuan. A escola Taoista do monte (Wudang) desenvolveu toda uma série de rituais militares destinado a combater os demônios e as  influências por ocasião das cerimônias  de combate a mão desarmada ou armada. Alias, esses rituais de exorcismo são amiúde ligado ao Tai Chi Chuan.

Ao monte Wudang está estreitamente associada a personalidade Taoista Zhang Sanfeng, que teria vivido no Tempo dos Song do Sul (1127-1279), ou mais tarde, é que é geralmente apresentado como o criador do Tai Chi Chuan. De fato, quando interrogado sobre a origem dessa arte, quase todos os mestres contam a seguinte história: Num dia em que o eremita Zhang Sanfeng estava à janela de sua choça, no monte Wudang, o grito estranho de um pássaro atraiu-lhe a atenção, debruçando-se, viu um pardal assustadíssimo o descer de uma árvore ao pé da qual se achava uma cobra. Seguiu-se um duelo, e o pardal foi vencida pela cobra, que combatia com extrema agilidade e com deslocamentos curvilíneos. Zhang Sanfeng compreendeu então a supremacia da agilidade sobre a rigidez, a importância da alternância di Yin e do Yang, e outras concepção que constituem a base do Tai Chi Chuan.

novotai

O Estilo Chen de Tai Chi Chuan

O sucessor de Zhang Sanfeng foi o monge Taoista Taiyi Zhenren, muito conhecido por causa da sua espada de Wudang. No final da dinastia Ming, o Tai Chi Wudang, que fira ensinado originalmente aos monges Taoistas no Templo do Pico Purpureo, foi difundido entre discípulos seculares. O monge Taoista Ma Yun Cheng transmitiu a arte ao seu famoso discípulo secular Wang Zong Yue, que denominou essa arte de Tai Chi Chuan Wudang.

Outros dois,entre os celebres discípulos de ma Yun cheng,eram mi Deng xia e guo ji Yuan popularmente conhecido como os dois santos. A alguma indicação de que eles ensinaram o Tai Chi Wudang para Dong Hai Chuan,o fundador do Kungfu Bagua.

Wang Zong Yue transmitiu a arte a outro mestre secular famoso,Zhang songxi,que depois ensinou a Dan si Nan.o discípulos de Dan si Nan era Wang Zhang Son Nan,que particularmente se referia ao Tai-Chi Chuan Wundang como uma arte interior distinta do Kungfu Shaolin,Que ele o Chamava de Exterior.é sabido que Wang Zong Yue ou Zhang Soung xi ensinou o Tai chi Wudang para a família Chen em Chen Jia Gou ou no povoada da família Chen no distrito de Wen,na província de Henan,onde a arte era conhecida como Tai Chi Chuan.

Quando a dinastia Ming foi substituída pela dinastia Qing, Chen Wang Ting retirou-se da aldeia da família Chen para passar o tempo estudando literatura e artes Marciais, desenvolvendo subsequentimente o Tai Chi Chuan.

Não há registro preciso sobre onde Chen Wangting aprendeu artes marcias estilo Chen tudo a crê que o fundamento desse estilo é baseado no estilo Wudang por que Wong Zong Yue ficou por muitos anos na aldeia família Chen, a outra teoria diz que Chen Wang Ting aprendeu sua arte no exercito com um legado de Qi Ti Guang o grande general da dinastia Ming.

No poema Chen Wang Ting do palácio amarelo ele diz:

Hoje só me resta o clássico do palácio amarelo para me acompanhar.

Nas horas de descanso (eu invento artes marciais).

Nas horas de trabalho eu cultivo os campos, e ensino meus filhos e netos a serem fortes e saudáveis para enfrentar as situações da vida.

Origem do Tai Chi Chuan

Estilo Yang

Há uma história muito interessante que narra o aparecimento do estilo Yang de Tai Chi Cuan. Yang Lu Chan(1799 – 1872) vendeu todas as suas terras e foi trabalhar como empregado da família de Chen Xin com o objetivo de roubar o estilo Chen de Tai Chi Chuan ao aprender os seus segredos ele teve tanto sucesso que ninguém percebeu, mas, alem disso, ele alcançou um nível muito alto.

Um dia, um experiente lutador kung fu desafiou o mestre Chen Xin. Seu filho, seu melhor discípulo, aceitou o desafiante pediu para encontrar-se com o mestre. Os alunos de Chen avisaram que o mestre estava fora. Mas o desafiante, determinado a encarar o mestre, alojou-se em uma hospedaria das redondezas e voltava a cada três dias para procurá-lo.

Isso continuou por alguns meses. A família Chen ficou desesperada; Parecia não haver jeito de livrar-se dessa situação embaraçosa.

Um dia, o desafiante chegou e disse, como de habito:

– Gostaria de ver Sifu Chen Chang Xin e pedir-lhe que me ensine algumas técnicas de luta!

Era uma maneira delicada de dizer: Estou aqui para uma luta amistosa.

– Desculpe-me, sifu, nosso mestre ainda não voltou da viagem! Disse o um dos alunos

– Nesse caso, volto daqui a três dias!

Mas antes que o desafiante fosse embora como de costume, um criado aproximou-se, surpreendendo à todos, e disse:

– Senhor, eu também tenho treinado um pouco o estilo Chen de Tai Chi Chuan. Não sou muito bom, e ficaria horando se o senhor me fizesse a gentileza de me ensinar!

Era uma forma educada de dizer. Aceito seu desafio amistoso.

O empregado como já sabemos, era Yang Lu Chan.

E, empregando o verdadeiro estilo Chen de Tai Chi Chuan, Yang Lu Chan derrotou o desafiante defedendo assim a honra da família Chen.

O neto de Yang Lu Chan, Yang Deng Fu, ampliou e estabilizou os movimentos dos padrões da velha forma que havia aprendido de seu pai com a finalidade de promover os aspectos de saúde do Tai Chi Chuan. Por conseguinte, o estilo Yang de Tai Chi Chuan, que ele desenvolveu, é às vezes chamado de grande forma. Ele aboliu o salto, o pisão, o soco direto e outros atos agressivos e força, também executava a forma mais lentamente, com delicadeza e graça quase transformando o Tia Chi Chuan em uma bela dança vindo assim a criar o estilo Yang de Tai Chi Chuan sendo um dos estilos mais praticados hoje em dia devido os seus resultados terapêuticos.

O Tai Chi Chuan a perimeira vista da a impressão de ser uma ginástica ou uma dança, na verdade trata-se de uma luta, uma arte marcial, chinesa um estilo de Kung Fu, na qual cada postura tem uma função definida para combate.

Treinar Tai Chi Chuan, traz beneficio extraordinário ao sistema nervoso, ao aparelho digestivo, ao coração, as articulações, fraqueza nervosa, insônia, ejaculação precoce, reumatismo, gastrite, turbeculose, diabete, melhora e rapidez do pensamento, habilidade corporal, paciência, resistência, prevenindo assim contra varias doenças e prolongando a vida.

Anúncios